4 formas de possessão

Não fazia ideia que havia diferentes tipos de possessão, até pesquisar sobre o exorcismo para o meu livro “Assombrada”. Uma pessoa até se perde com tanta informação e casos, porém eu pessoalmente acho curioso.
“Os termos exorcismo, esconjuração ou esconjuro (em grego: exorkismos, “ato de fazer jurar”, em latim: exorcismu) designam o ritual executado por uma pessoa devidamente autorizada para expulsar espíritos malignos (ou demónios) de outra pessoa que está num estado de possessão demoníaca. Pode também designar o ato de expulsar demônios por intermédio de rezas e esconjuros (imprecações). ” Origem: Wikipédia
As quatro formas de possessão, segundo o espiritismo
Encosto: O espírito fica próximo à pessoa, mas a influência é pequena. Neste caso, banhos de água e sal ou orações como o Pai-Nosso ou o Credo, afastam este espírito inferior. Geralmente estes espíritos são de pessoas que desencarnaram e pertencem à família do possuído.
 
Espírito opressivo: O espírito tem a capacidade de “vampirizar” a energia do indivíduo. Os efeitos são sentidos como cansaço ou vontade de chorar que podem cessar de um momento para outro. Indica-se, neste caso, que se utilize um saquinho de cor vermelha contendo dentro dele uma oração, usando sempre junto ao corpo para neutralizar a presença deste espírito. Também os banhos de água com sal são benéficos neste caso. A leitura do salmo 22(23) é o mais indicado contra o espírito opressivo.
Obsessão: O espírito consegue ficar de maneira tão dominante no corpo astral do indivíduo que pode até mesmo mudar o modo de falar e fazer coisas que normalmente não faria no dia a dia. Chega até mesmo a não reconhecer parentes e pessoas próximas de seu convívio.
Possessão: Neste caso, o espírito toma o corpo da pessoa, fazendo com que ocorram até fenómenos de poltergeist (conjunto de fenómenos produzidos espontaneamente, que consiste em ruídos e deslocamento de objetos, podendo ter duração indeterminada). O processo pode ser demorado, chegando a durar uma semana, meses ou anos. Deve ser tratado imediatamente, pois este espírito pode levar à morte do possuído. O exorcista recorre às preces, água-benta, defumadores, essências de rosas e arruda. O sal que é associado à pureza espiritual é também utilizado.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *